Não vai ter golpe

Reparem: sempre que Mourão emite um pronunciamento antigolpe, Santos Cruz também faz um pronunciamento de mesmo teor na mesma semana ou dia. Isso não pode ser uma coincidência

Mais uma vez os generais Hamilton Mourão e Santos Cruz deram declarações rechaçando a ânsia golpista do presidente e seus filhos.

Reparem: sempre que Mourão emite um pronunciamento antigolpe, Santos Cruz também faz um pronunciamento de mesmo teor na mesma semana ou dia. Isso não pode ser uma coincidência. É um recado da cúpula para a tropa de que estão veladamente desautorizando Bolsonaro.

Mourão falou para o jornal Valor Econômico e Santos Cruz para o projeto Headline Brasil.

Em fevereiro eu já havia apontado para o alinhamento dos discursos dos generais e como eles buscavam evitar o tenentismo atrapalhado do presidente. Além disso, a aproximação dos militares com o governo não é consenso nem mesmo no meio. Ainda no dia 15 deste mês, o editor do site Sociedade Militar já havia criticado de maneira contundente a aproximação dos militares com o poder.

Leia também: Tropa vê Bolsonaro como alucinado e Braga Netto como presidente

A verdade é que com a aproximação do inquérito das fake news, ficará difícil segurar Bolsonaro e pior ainda será para o exército se deixar o presidente tentar promover uma sublevação na caserna. A ordem e a hierarquia são fundamentos estruturais para as forças armadas.

Leia também: O vídeo da reunião impôs mais uma humilhação aos militares

Mais uma vez lembro vocês da manifestação ocorrida no dia 3 de abril onde Bolsonaro disse que não iria negociar com mais ninguém e se esbaldou em bravatas. Não havia nenhum general ao seu lado, nem mesmo Heleno, o mais tresloucado.

Aliás, é interessante uma informação que veio da Revista Crusoé.

Ontem (01) o repórter Igor Gadelha, da Revista Crusoé, procurou o ministro Augusto Heleno para ouvi-lo sobre declarações feitas em off (sem assumir a autoria) por colegas dele no governo, segundo os quais é o chefe do GSI quem tem inflamado Jair Bolsonaro contra o Supremo Tribunal Federal. Heleno ficou nervoso e ameaçou o repórter.

Mas a verdade é uma só, a postura do general Heleno é realmente extremamente diferente dos demais generais e militares no governo. O Aprendiz de Sylvio Frota deu bandeira.

Com isso fica claro que os militares não precisam e nem possuem ambições de sustentar o dificultoso golpe, as cacetadas que deram na democracia já bastaram para conseguirem o poder.

Avatar de Cleber Lourenço

Cleber Lourenço

Não acho que o debate politico e o jornalismo precisem distribuir informação de forma fria e distante dos leitores, notícias são somente úteis no contexto do cotidiano e é nisso que acredito.

E-mail: cleber@ocolunista.com.br