Fórumcast, o podcast da Fórum
02 de setembro de 2019, 06h20

Em suas “regras de etiqueta”, Rosangela Moro diz que “elegante é não falar mal dos outros”

Depois de retirar publicação com ataques a feministas, a esposa do ministro da Justiça, Sergio Moro, lançou nova provocação no Instagram, para rebater as críticas que recebeu

Moro e Rosangela (Montagem)

Poucos dias após retirar do Instagram publicação com a mesa posta para o marido, Sergio Moro, e críticas ao movimento feminista – “sorry, feministas” -, Rosangela Moro voltou à rede para lançar mais uma provocação, desta vez com o que chamou de “regras de etiqueta da RoMoro”.

Se você curte o jornalismo da Fórum clique aqui. Em breve, você terá novidades que vão te colocar numa rede em que ninguém solta a mão de ninguém

“A regra de etiqueta mais elegante é não falar mal dos outros”, tuitou a esposa do ministro, se defendendo da enxurrada de críticas que recebeu pelo ataque às feministas. “Fala sério que você nunca comeu uma fatia de pizza no guardanapo?”, disse ainda no texto.

Leia também: A mesa jeca da conja, por Ana Zappa

A polêmica
A publicação que atacou feministas e criou polêmica nas redes foi feita por Rosangela no dia 23 de agosto. Junto com uma foto com a mesa posta, a advogada escreveu: “Mesa posta. Esperando o Ministro da Justiça chegar no Lar! Curitiba gelada e sopinha para aquecer o corpo e ❤️. Sorry feministas. Mas AMO cuidar de quem eu Amo. Eu trabalho eu pago boletos eu dou emprego e eu motivo , mas amo Cuidar !! Bom final de semana! Beijo gelado de Curitiba”.

A escritora e roteirista de cinema Antonia Pellegrino, que é casada com o deputado Marcelo Freixo (PSol-RJ), foi uma das personalidades públicas que criticou a postagem da advogada. “Sorry @RosangelaWMoro. Mas também AMO cuidar de quem eu Amo”, publicou.

A escritora criticou a postura de Rosangela, por atacar as feministas por pura falta de informação. “Eu também trabalho, também pago boletos, emprego e motivo, e também amo cuiDAR! Pobres das que tem acesso à informação mas optam pela ignorância e preconceitos típicos de quem ignora o que diz”.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum