Flávio Bolsonaro apaga post onde comemora compra da Covaxin

Filho de Bolsonaro participou de reunião com o dono da Precisa Medicamentos, empresa que fechou contrato de venda da vacina indiana Covaxin, e o presidente do BNDES, Gustavo Montezano

Flávio Bolsonaro - Foto: Geraldo Magela/ Agência Senado
Escrito en POLÍTICA el

O senador Flávio Bolsonaro (Patriotas-RJ) postou, mas apagou comemoração pela compra de 20 milhões de doses da vacina Covaxin pelo governo do seu pai, o presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido).

Quem mostrou o print da postagem foi o deputado federal Paulo Pimenta (PT-RS), lembrando ainda que foi o senador quem levou o dono da Precisa para uma reunião no BNDES:

“Pessoal, o Flávio Rachadinha apagou, mas o print é eterno. Me ajudem a contar para todo mundo que o 01, que levou o dono da Precisa para reunião no BNDES, comemorou a compra da vacina superfaturada.”

https://twitter.com/DeputadoFederal/status/1410552305649393664

O senador apagou o post onde faz referência direta ao pai, mas manteve um retuite, onde anuncia a negociação. Veja abaixo:

Reunião com a Precisa

Flávio Bolsonaro participou de uma reunião, no dia 13 de outubro de 2020, junto com Francisco Maximiano, dono da Precisa Medicamentos, empresa que fechou contrato de venda da vacina indiana Covaxin, e o presidente do BNDES, Gustavo Montezano.

A reunião está registrada na agenda oficial do BNDES e, além dos três, Danilo Fiorini, que é o CEO da Xis Internet Fibra, outra empresa que pertence a Maximiano, também participou.

Notícias relacionadas